domingo, 4 de novembro de 2012

Estou com Pedro Henrique e Adriana Rocha para a OAB/PE 2013-2015


Os que acompanham o blog sabem que não votei no atual Presidente da OAB/PE, Henrique Mariano. Na ocasião, não obstante uma de minhas melhores amigas, Catarina Oliveira, ser à época a candidata a Vice-Presidente na mesma chapa, ainda possuía alguns temores de que a gestão da OAB caminhasse para alinhamentos partidários ou coisas do tipo, muito pelo fato de que Jayme Asfora, então Presidente da Ordem, ser muito ligado ao ex-Governador Jarbas Vasconcelos e, portanto, explicitamente vinculado a um grupo político-partidário. Em razão disso, na ocasião, apoiei a candidatura de Júlio Oliveira.

No presente momento, contudo, preciso fazer justiça e afirmar que meus temores se mostraram completamente infundados. Primeiro, faça-se justiça a Jayme Asfora, já que seu alinhamento partidário foi uma questão de natureza pessoal que não o fez um Presidente submisso a interesses dessa ordem, sendo a própria indicação de Henrique Mariano como candidato à sua sucessão um sinal de que não pretendeu partidarizar a Ordem, demonstrando equilíbrio e respeito com a instituição de todos os advogados, independentemente de suas preferências partidárias e/ou ideológicas.

Para além, tornei-me um grande admirador de Henrique Mariano que fez, em minha opinião, talvez a melhor gestão à frente da OAB/PE das quais tenho notícia. É alguém com habilidade fenomenal para o diálogo, profundamente agregador, sem comprometer seus princípios e sua atuação com convicção, seja na defesa das prerrogativas da classe dos advogados, seja no papel da Ordem junto à sociedade civil na defesa do interesse público. Em especial, a Ação Direta de Inconstitucionalidade contra o chamado “auxílio paletó” na Assembleia Legislativa, na qual tive modesta participação como revisor de sua petição inicial, é um exemplo de atuação da OAB em defesa do erário público e contra o desperdício de recursos públicos com privilégios injustificáveis. Sua indicação para a Comissão Estadual da Memória e da Verdade pelo Governador do Estado é também um reconhecimento da representatividade que suas qualidades como advogado e Presidente da OAB permitiram sobressair.

Minha opinião não é isolada, pois pesquisa recente realizada pelo CIPEC aponta a atual gestão como considerada boa ou ótima por 86,6% dos advogados entrevistados, o que é número para lá de expressivo. Praticamente todos os meus amigos advogados avaliam positivamente sua gestão.

Por isso, acompanhando a atual gestão, acreditava até que Henrique Mariano seria candidato à reeleição, mas ele preferiu optar pela alternância de pessoas à frente da Ordem, numa demonstração de desapego a continuísmos e perpetuações pessoais de poder. Conversei algumas vezes com ele e com Catarina e falaram sempre na necessidade de prestigiar outros combativos e atuantes advogados integrantes da gestão. E, dentre os sempre elogiados Conselheiros Federais de Pernambuco, o nome de Pedro Henrique Alves surgiu com muita força para a sucessão.

De fato, Pedro Henrique possui uma sólida e representativa carreira tanto como advogado militante na área privada, sendo sócio de uma dos melhores escritórios de advocacia de Pernambuco, assim como advogado público, já que é Procurador do Estado. Desempenhou com destreza seu mandato como Conselheiro Federal, ao lado de meu amigo Leonardo Accioly, e colaborou direta e cotidianamente com a atual gestão, sendo um dos grandes responsáveis pelo seu êxito. Não obstante não ser ele um amigo pessoal, como são Henrique e Catarina, vejo-o como alguém valoroso o suficiente para continuar os avanços e fazer ainda mais pelos advogados de nosso Estado, bem como para que a OAB continue a ser uma entidade combativa no âmbito da sociedade civil e do interesse público.

Não bastasse isso, Pedro Henrique terá ao seu lado um dos melhores quadros da advocacia e da academia pernambucana, minha colega constitucionalista Adriana Rocha. A amizade que tenho por ela me faz suspeito, como os amigos sempre são, mas a conheço há muitos anos do meio docente, podendo atestar suas qualidades como estudiosa do direito constitucional, excelente Professora, colega leal, que traz todas essas qualidades acadêmicas para o exercício da advocacia profissional. Se desejamos alguém à altura de Catarina Oliveira, dificilmente a escolha poderia ter sido mais feliz.

É por essas e outras razões que voto e apoio Pedro Henrique Alves e Adriana Rocha para Presidente e Vice da OAB/PE – gestão 2013-2015, bem como faço parte, com orgulho e satisfação, da Chapa “A Ordem Continua Avançando” como candidato ao Conselho Estadual.

Todos à vitória com Pedro e Adriana!

Mais informações em http://pedrooabpe.com.br/site/.

Nenhum comentário: