terça-feira, 7 de julho de 2009

Donos da verdade


A propósito do post anterior, me deparei com essa reflexão de Isaiah Berlin:

"Poucas coisas têm sido mais prejudiciais que a crença por parte de indivíduos ou grupos (ou tribos ou Estados ou nações ou igrejas) em que ele, ela ou eles detêm a posse isolada da verdade.

Especialmente em relação a como viver, o que ser e fazer - e de que aqueles que divergem dele não apenas estão equivocados, como são maus ou loucos e precisam ser freados ou suprimidos.

É uma arrogância terrível e perigosa acreditar que você, e você apenas, tem razão; que possui um olho mágico que enxerga a verdade e que outras pessoas não podem estar certas se discordam disso."

Um comentário:

Pablo Falcão disse...

Bem ao gosto dos estudos retóricos e pragmáticos da linha de pesquisa em Teoria Geral e Filosofia do Direito do PPGD/UFPE. Os ontólogos estão em baixa na contemporaneidade e o direito, como indica Adeodato, segue sobrecarregado em sua missão de gerir os conflitos resultantes dessa crise de perspectiva em contextos eticamente plurais.