segunda-feira, 7 de abril de 2008

107 anos de glórias: parabéns Náutico!


Não poderia hoje deixar de dar os parabéns ao Glorioso Clube Náutico Capibaribe, meu clube de coração.

Entre sofrimentos, conquistas e glórias, são 107 anos de saldo positivo. Hoje na primeira divisão do futebol brasileiro, o Náutico permanece altivo e guerreiro, ainda que a injustiça manifesta de receber 4 vezes menos que seu maior rival em Pernambuco, graças ao exclusivismo semi-oligárquico do denominado "Clube dos 13", não permita ao alvirrubro muitas vezes ir mais longe.

Recuperou-se de uma década perdida (os anos 90), conquistando 3 títulos recentes (2001, 2002 e 2004), ganhando no seu aniversário de 100 anos e impedindo que o Sport igualasse seu grande feito do hexacampeonato pernambucano conquistado entre 1963 e 1968. Quando muitos diziam que o Náutico era um clube falido e jamais se levantaria novamente, eis que, qual fênix, ressurgiu das cinzas.

Aliás, superar adversidades e dar voltas por cima parece já ser rotina do Clube da Av. Rosa e Silva. Que o diga a volta à série A depois da fatídica tragédia dos Aflitos de 2005. Quem acreditaria que menos de um ano depois o Náutico ascenderia com sobras à elite do futebol nacional? Em 2007, Wanderley Luxemburgo dizia que o alvirrubro já estava rebaixado, quando, ferido em seus brios, o Glorioso Timbu manteve bravamente seu lugar na série A, ainda que com uma disparidade orçamentária sem tamanho em relação aos clubes do "Clube dos 13".

Único hexacampeão pernambucano, 21 títulos estaduais, 4 títulos Norte-Nordeste, Vice-campeão brasileiro de 1967 (na bola, jogando futebol, e não no tapetão ou extracampo), dentre outros, além de várias boas campanhas em competições diversas.

Apesar de sofrimentos, as glórias foram maiores que eles.

Parabéns NÁUTICO! Que venham muitas novas conquistas e um futuro ainda mais glorioso.

Nenhum comentário: