quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Cristo é mesmo brasileiro. E começou o Big Bagaça Brasil

José Simão, colunista da Folha de São Paulo e do Jornal do Comércio, é autor da melhor coluna de humor dos periódicos brasileiros. Leio-a sempre, mas há momentos em que o Esculhambador-Geral da República (como ele se intitula) se supera. Nas colunas dos últimos dias foi o que aconteceu.

Simão afirma que Jesus Cristo é mesmo brasileiro e diz o porquê: "vivia fazendo milagre, andava sem dinheiro e se ferrou na mão do governo".

E essa é ainda melhor: a definição definitiva de um dos piores programas televisivos da história da TV brasileira (na minha opinião), o Big Bost...ops...Brother Brasil: "um monte de gente sem nada pra fazer assistindo um monte de gente fazendo nada".

Uma nota pessoal: se algum de vocês tem dinheiro sobrando para gastar R$ 3 + impostos em ligações para o BBB para votar no energúmeno X ou no ruminante Y, por que não doá-lo a uma instituição que preste serviços aos socialmente excluídos? Há tantas entidades sérias que prestam relevantes serviços de alcance social, a exemplo do NACC (Núcleo de Apoio à Criança com Câncer) e das inúmeras casas de amparo a crianças carentes, idosos abandonados e outros, que vivem em dificuldades financeiras e freqüentemente precisam de doações para continuarem a ajudar os esquecidos pela sociedade. É muito melhor do que enriquecer os já milionários donos de um império midiático do porte da Rede Globo (soube que em um único dia dessas ligações, eles já arrecadam o prêmio de R$ 1 milhão, sendo todo o resto para seu exclusivo enriquecimento pessoal).

Nenhum comentário: